Intel e PrograMaria encorajam as mulheres na tecnologia neste Dia da Mulher

Intel e PrograMaria encorajam as mulheres na tecnologia neste Dia da Mulher

Nem só de chips de computador vive a Intel, mas também de ações que visam o desenvolvimento dos seres humanos. Em ocasiões recentes, a gigante dos processadores tem feito uma série de esforços para mostrar sua visão no que diz respeito principalmente à inclusão das mulheres neste segmento predominantemente masculino.

Após o comunicado sobre implementação de equidade salarial entre gêneros em todo o mundo, a Intel agora reforça seu comprometimento com ações mais pontuais no Brasil. Segundo informação oficial, em parceria com a PrograMaria, a Intel promoverá a iniciativa Mais Mulheres Na Tecnologia, que trará diversas ações especiais durante o mês de março.

Aproveitando o Dia Internacional da Mulher (8 de março), as responsáveis por esta parceria querem aumentar a representatividade das mulheres na tecnologia. Tais ações se mostram pontuais para aumentar o número de mulheres nas áreas do STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), que atualmente são desiguais quando comparados ao de homens:

No ensino superior, as mulheres representam apenas 35% de todos os estudantes matriculados nos campos de estudo relacionados a STEM.  Há diferença também nas áreas de tecnologia da informação e comunicação (TIC); engenharia, produção industrial e construção; e ciências naturais, matemática e estatística estão os menores números de matrículas de mulheres.
Apenas 17 mulheres receberam o Prêmio Nobel em física, química ou medicina desde Marie Curie, em 1903, em contrapartida com os 572 homens. Hoje, apenas 28% dos pesquisadores de todo o mundo são mulheres e a evasão de mulheres nessas áreas acontece em quantidades desproporcionais, segundo relatório “Decifrar o Código” da Unesco.
A ideia é melhorar tais números, bem como levar adolescentes e jovens a conhecerem melhor as opções em tecnologia, uma vez que, segundo pesquisa da Girls Who Code (nos Estados Unidos), 74% das meninas e adolescentes expressam interesse em STEM na escola, porém apenas 0,4% planejam seguir graduação na área de TI.

Pensando nisso, a campanha terá duas atividades para incluir mais mulheres nessa conversa: maratona de edição de conteúdos sobre mulheres na Wikipedia (evento que ocorre no dia 9 de março); e duas oficinas sobre programação para jovens meninas (programados para os dias 16 e 23 de março).

Editatona
Trata-se de uma maratona de edição da Wikipédia, que tem como objetivo incluir mais nomes de mulheres relevantes na plataforma digital, hoje apenas 17% dos artigos biográficos se referem a mulheres. O objetivo é aumentar a visibilidade dessas mulheres que atuam nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. As inscrições são limitadas. Inscreva-se aqui.

Dia: 9 de março de 2019, Sábado
Horário: 9h às 13h
Endereço: FIAP SP, Avenida Paulista, 1106
Oficina – Meu Primeiro Bug
Após conhecer melhor as mulheres presentes nesse universo, escrever sobre e promovê-las, chega a hora de alcançar novas gerações. Para isso, a oficina “Meu Primeiro Bug” ocorre em dois finais de semana de março para que meninas de 14 a 18 anos, como alunas de ensino médio e preferencialmente de escolas públicas, possam entrar em contato direto com a tecnologia.

A oficina ensina fundamentos de programação, e as participantes vão aprender conceitos como desenvolvimento web (HTML e CSS) para publicar sua primeira página web. Inscreva-se aqui para 1ª edição e aqui para 2ª edição.

Dias: 16 e 23 de março de 2019, Sábado
Horário: 9h às 18h
Endereço: Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, R. Verbo Divino, 1488
Então, o que você achou desta iniciativa da Intel e da PrograMaria? Conta para gente nos comentários e aproveita para se inscrever logo.

Fonte: Tecmundo | 08/03/2019


ENTRE EM CONTATO



LOCALIZAÇÃO

Rua Augusto Severo, 488
São João - Porto Alegre/RS
CEP: 90.240-480

(51) 3342.1344 | (51) 3342.1536